sexta-feira, 28 de março de 2008

Videoreportagem

Ufa. Desde as 10h30 da manhã de hoje que eu trabalho na edição de uma matéria que inaugura, aqui pra gente da TV Câmara, a adesão ao gênero da chamada "videoreportagem" (não sei nem mesmo como se escreve, se assim junto ou separado). A videoreportagem é uma matéria de tevê feita quase totalmente à base do uso da câmera. Sem off (a narração do repórter que acompanha a reportagem convencional) nem passagem (aquele momento em que o repórter surge no vídeo durante a reportagem convencional para destacar algo mais importante ou passar de um aspecto a outro do assunto). A TV Cultura já usou o gênero, mas entregando a câmera a um repórter - ou aspirante a repórter. Há até um jornalista formado em Natal, cujo nome agora me escapa (ajude aí, Ana Luíza), que foi videorepórter na Cultura. Aqui, a Direção de Jornalismo foi além, entregando a responsabilidade pela produção da videoreportagem a quem mais merece - ou a quem mais garante a qualidade da maioria das reportagens que vemos na televisão: o próprio cinegrafista, tantas vezes esquecido pela vaidade, ademais natural, dos repórteres de vídeo. Aqui foi destacado o repórter cinematográfico Edson Cordeiro, sujeito brilhante com a câmera no ombro e a licença para trabalhar mais livremente nas mãos. Edson, ex-Band, acompanhou toda a reunião da CPMI dos Cartões Corporativos na última quarta-feira, aquela que, de tão tumultuada, acabou até sendo o momento mais "animado" do Congresso nesta semana que está acabando. Teve distribuição de sorvete de tapioca (um dos mais gulosos devorando o sorvete era o "nosso" Agripino Já-Já), teve briga entre tucano e ex-tucano, teve deputado se enrolando na hora de votar a favor da convocação da ministra Dilma Roussef (sim... quer dizer, não!) e por aí vai. A videoreportagem de Edson Cordeiro, que eu passei o dia todo editando sem nem ver o tempo passar, mostra o melhor desses momentos e confere um tom mais coloquial à cobertura da disputa política nos palcos de Brasília. Assistam, se puderem. Vou deixar abaixo o link da TV Câmara. Uma vez lá, é só procurar a edição desta noite do Câmara Hoje ou a edição desta semana do Panorama (a revista semanal da TV Câmara). Claro que ainda está em tempo de ver os programas na televisão mesmo (Câmara Hoje logo mais às 21h e Panorama logo depois às 22h, com reprises exaustivas desse último durante todo o final de semana). Mas eu sei, pela minha própria prática, que é melhor ver na hora que der na telha usando a internet. E é claro que os programas e a reportagem só estarão disponíveis na rede depois da exibição na tevê. Segue o link:

http://intranet2.camara.gov.br/internet/tv

4 comentários:

ana sua mana disse...

sei quem é não...será o alan severiano, que foi da cultura e agora tá na globo?

Tião disse...

Obrigado, Nossa Mana. É esse aí mesmo. Alan Severiano.

Sandro Fortunato disse...

Putz! Edson Cordeiro deixou de cantar?!! Brincadeira! ;P Li os últimos textos de uma lapada só. Tá animado, hein? Mantenha-se. ;)

Anônimo disse...

Li o seu texto e gostei bastante. O meu nome é Simone e sou aluna de jornalismo e estou fazendo o meu TCC utilizando a videoreportagem. Gostaria de saber se você pode me passar mais informações ou se pode me indicar alguns programas interessantes que utilizam esse formato.
Fico muito grata caso me responda. Meu e-mail é jonny_guerry@yahoo.com.br.
Obrigada pela atenção. Simone