segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Segura essa

Lembra do alerta feito pelo professor Luiz Felipe de Alencastro no "entreblogs" lá embaixo? Se não leu, desça e passe os olhos. Depois, experimente segurar a batata quente abaixo, que deu o que falar mas eu, contumaz leitor de jornal velho, só agora vi na folha dos Marinho:

"James Watson, ganhador do Prêmio Nobel de medicina e um dos descobridores da estrutura do DNA, declarou sentir-se pessimista em relação ao futuro da África porque 'as políticas sociais (aplicadas lá) são baseadas no fato de que a inteligência deles (os africanos) é igual à nossa, embora todos os testes demonstrem o contrário'. Em entrevista, disse ainda que existe o desejo natural de todos os seres humanos sejam iguais, 'mas as pessoas que lidam com empregados negros descobrem que isso não é verdade'."

Um comentário:

Francisco Sobreira disse...

Tião,
É de ficar de queixo caído com essa posição desse doutor não sei de quê a respeito do africano e, consequentemente, do negro. E o cara é Prêmio Nobel. Também os acadêmicos suecos , pelo menos na escolha dos ganhadores do Prêmio de Literatura, têm, ao longo dos anos, cometido injustiças e agraciado alguns escritores de segunda categoria. É isso. Abraço.