quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

A Lista de Dilma


Dilma sacou sua lista. Ela também tem direito; sobretudo ela, alvo fácil - mulher, durona, ex-guerrilheira, ser humano alinhado à esquerda -; de abrir aquele papelzinho bem no meio do discurso e recolocar as coisas no seu devido lugar. É o que a candidata tem feito nos eventos de que tem participado. A internet é pródiga em listas - elas são divertidas, fáceis de ler, organizam um pouco o nosso caos informativo, rendem polêmicas quando não concordamos absolutamente com os primeiros ou os últimos colocados. A lista de Dilma é tudo isso e não é nada disso - porque está um bocadinho além: traz os dogmas da política que o governo Lula quebrou, com a evidente participação popular que muita gente de bem se nega a ver. Vamos a ela:

1-O DOGMA de que distribuir renda era incompatível com o crescimento econômico;

2-O DOGMA de que havia um teto para o Brasil crescer ou haveria inflação;

3-O DOGMA de que o salário mínimo não poderia crescer;

4-O DOGMA de que o Estado mínimo é uma exigência da modernidade;

5-O DOGMA de que o povo precisa de formadores de opinião;

6-O DOGMA de que o desenvolvimento econômico é incompatível com a sustentabilidade.

Amigo leitor, estamos em campanha, o ano eleitoral praticamente já começou. Faça sua parte, mova a peça do tabuleiro ao seu alcance para que o que foi feito de bom permaneça, independente dos desvios da imperfeição que acometem qualquer espécie de governo ou instituição, da família à igreja, do Estado à empresa privada. Passe a lista pra frente, use a rede, multiplique.

P.S: Extraí a "Lista de Dilma" de uma reportagem do jornal O Globo, domínio do PIG mais escancarado. Mas as informações estavam lá, dispersas no texto de uma matéria cujo título era "Dilma sobe o tom e ataca também a imprensa". De tudo o que ela disse e que está escrito lá, veja o que o editor achou de destacar.

2 comentários:

wolver disse...

Dogma é coisa de igreja.

Os "dogmas" da Dilma são os da turma que ajuda o PT a des-governar o país, os estados e os municípios: pacto republicano, parque dona lindu e etc.

"Desvios da Imperfeição" é conversa para boi dormir e eleger o continuismo (seja ele qual for) com a desculpa: "se outros fazem porque não nós?" Ou seja, uma política infantil.

Governo grande é ruim sim, ainda mais moroso e incompetente como os nossos, taí os impostos para custear.

Claudio ' ' '

PS: Isso não quer dizer que o PSDB do fisiologismo e neo-liberalismo entreguista presta tampouco. Precisamos de uma terceira via, de fato.

Tião disse...

Comentário do Tião: isso é o que eu chamo de "um estranho no ninho".